Linkedin Youtube Facebook

contato: contato@arturximenes.com.br

Para ler

15/09/2016

Recursos humanos seu principal Ativo

Onde esta a diferença entre as empresas que prosperam e as que fracassam? A diferença, geralmente, esta na qualidade, quantidade, harmonia, valorização e gestão de suas pessoas. Esses recursos estão cada vez mais escassos e valiosos. Nunca se falou tanto da importância das pessoas para o sucesso das organizações, esse assunto se evidencia e se torna mais recorrente, principalmente nos momentos de crise ou de expansão das economias. Vivemos hoje um apagão de recursos humanos capacitados com teoria, prática e focado em resultados em todos os níveis e segmentos do mercado, o que prejudica o potencial de desenvolvimento não só das organizações privadas como também do nosso país.

As organizações não estão conseguindo acompanhar as transformações ocasionadas pela globalização, que coloca o ser humano em contato com inúmeras novidades, possibilidades, comodidades, dificuldades, necessidades, culturas e preponderantemente novos valores, ideais e sonhos profissionais. 

As pessoas estão mudando sua forma de pensar e desejar o trabalho. Hoje, um profissional treinado e qualificado, deseja, além de uma remuneração justa, trabalhar em empresas que lhe proporcione possibilidades de crescimento e qualidade de vida. E o que fazer? O que é necessário para formar, manter e atrair bons profissionais? Enquanto não colocarmos esse questionamento no rol de prioridades, estaremos fadados a conviver com inúmeros erros de gestão, conflitos entre as “pseudo gerações” e perda desses recursos. Percebemos que muitas das empresas não estão conseguindo lidar ou enxergar a necessidade de evoluir, de mudar para se adequar, continuam presas a receitas, modelos, técnicas, controles e procedimentos de tempos passados. Somado a tudo isso, trabalham com quadros funcionais super justos, não existindo espaço nem tempo para investir na qualificação e desenvolvimento dessas e de outras pessoas, de forma a contemplar ou prever que cargos vagos, promoções ou sucessões inevitavelmente surgirão em algum momento. Toda a gestão de pessoas é voltada para o hoje, amanhã, dá-se um jeito! Se esquecem que o mercado é tão dinâmico, que amanhã podem surgir condições, oportunidades e recursos financeiros para a expansão da empresa, mas não existirão os recursos humanos capacitados e na quantidade para fazer acontecer.

O cenário econômico atual evidencia de forma implacável a necessidade de imprimir velocidade e pró-atividade na gestão das pessoas, competição que deixa pouco espaço para falhas e erros. Atualize-se, quebre seus paradigmas, cuide com zelo de seu principal ativo, seus “clientes internos”. Torne um habito questionar os métodos, as verdades, as rotinas e processos existentes na gestão de seu RH de sua empresa, não pare de evoluir, olhe para as pessoas e para o ambiente em que você compete, e ação!

Não existe uma única receita de sucesso, crie a sua.

Pense nisso!



Todos os direitos reservados Artur Ximenes 2014